Nos anos 80, mulheres de todas as idades se reuniam em clubes para ver o grupo Chippendales em todos os Estados Unidos, pra admirar dançarinos musculosos e oleosos. Essa febre chegou ao Brasil no início da década de 1990, como eventos muito comuns para despedidas de solteiras. Em seu país de origem, esse negócio gerou milhões de dólares e tornou-se um fenômeno da cultura pop. Porém, nos bastidores havia uma trama sombria e perturbadora de assassinato, tentativa de incêndio criminoso e suicídio.

A minissérie documental em quatro episódios que o A&E estreia neste domingo, às 22h. Os Segredos dos Assassinatos de Chippendales (Secrets of the Chippendales Murders), narra as origens dos Chippendales, as incríveis histórias envolvendo excessos, sexo, ciúmes e malas de dinheiro, que resultaram em um dos crimes mais chocantes dos EUA.

O A&E exibe dois episódios inéditos por domingo e na estreia, terá O homem perfeito, nos anos 80, os Chippendales eram um fenômeno mundial. No centro de seu crescimento meteórico estão o indiano Steve Banerjee e Nick De Noia, produtor de televisão que transformou homens comuns em dançarinos ao estilo da Broadway. Mas, por trás das luzes brilhantes e dos dançarinos seminus, havia um mundo sombrio de drogas, assassinato e ambição desenfreada.

Em seguida, no segundo episódio, Retirar as camadas, quanto mais cresce, mais problemas surgem para o grupo: mafiosos, dançarinos descontentes e frequentadores de igrejas. Nick De Noia e Steve Banerjee, os dois cérebros por trás do show, ficam obcecados com suas fortunas. E um assassinato chocante deixa os detetives da polícia de Nova York perdidos.


Confira também nossas redes sociais:

Facebook – https://www.facebook.com/sitenaoseinada/

Instagram – @sitenaoseinada

Twitter – @sitenaoseinada

CONHEÇA NOSSO PODCAST

NãoSeiNada Podcast é o podcast do site Não Sei Nada que tem o intuito de trazer humor para os temas mais diversos do universo Nerd/Geek. Apresentado por amigos que adoram falar sobre esses assuntos sempre que estão juntos, de uma maneira descontraída e sem grandes pretensões, apenas para mostrar nosso amor e paixão pela cultura Pop.