As séries de Star Wars vem ganhando diversos elogios de crítica e público, com protagonistas que não fazem parte do primeiro escalão da saga. E agora com o final da série com seis episódios de Obi-Wan Kenobi como protagonista a pergunta que fica é se esse retcon vale a pena ou foi apenas uma tentativa desagradável da Disney de dar sua cara para as historias de George Lucas.

A última trilogia de filmes não agradou a todos os fãs de Star Wars, então foi aí que fomos agraciados com The Mandalorian, a primeira serie Live-Action dessa leva de contos que apresentam novos personagens e acrescenta diferentes roupagens para aqueles personagens que amamos e já são conhecidos do grande público.

E agora foi a vez de Obi-Wan ganhar sua série, com Ewan McGregor voltando para o papel de um dos Jedi mais amados por todas as gerações de fãs. Conquistando desde os fãs de longa data que amam a trilogia clássica até os que cresceram vendo McGregor nas prequels.

Fãs esses que acredito que, assim como eu, adoraram ver Obi-Wan “quebrado” e tendo que lidar com seu passado e com sua última luta contra Anakin Skywalker, que agora é Darth Vader (Hayden Christensen). Os dois estão muito bem na série e conseguem trazer toda a carga dramática que é necessária quando os se lembram do que aconteceu e mesmo nos momentos de embate, que muitas vezes não é ajudado pelo roteiro para gerar um grande impacto, mas mesmo assim os dois atores conseguem de alguma maneira trazer toda a emoção que os fãs queriam e tanto esperaram.

Outro ponto positivo na série fica na conta da presença feminina, que é muito bem representada por Tala Durith (Indira Varma), uma infiltrada no Império que ajuda e muito Ben Kenobi em sua jornada. Sem falar na fofura e interpretação impecável da jovem Leia Organa, que foi representada pela criança mais fofa de uma galáxia muito distante, a atriz Vivien Lyra Blair.

Outra personagem criada para a série, a Inquisidora Reva (Moses Ingram) deixa tudo muito sombrio e nos faz lembrar que o lado obscuro da força é devastador e impiedoso. A personagem possui muitas camadas e, realmente, será uma pena se não for utilizada em outras produções.

Obi-Wan Kenobi se passa em uma época da história de Star Wars onde existem muitas lacunas que sempre foram discutidas pelos fãs. Algumas delas são preenchidas de maneira sutil e entendíveis, mas confesso que faltou algo, não sei muito bem ainda o que, já que o ultimo episódio é um daqueles que nos faz lembrar porque gostamos de Star Wars.

Obi-Wan é um personagem tão completo e complexo que nos faz lembrar o verdadeiro significado de ser um Jedi, algo que não acontece com muita frequência desde os novos filmes da Saga. Tudo é muito filosófico e pouco dito, as entrelinhas são o ponto forte da jornada de Obi-Wan e se você não entende isso infelizmente não está preparado para a série.

Mesmo com altos e baixos, Obi-Wan Kenobi vale a pena ser assistida no Disney+, mas pra isso é preciso entender e assistir os três filmes com Ewan McGregor como Obi-Wan.


Confira também nossas redes sociais:

Facebook – https://www.facebook.com/sitenaoseinada/

Instagram – @sitenaoseinada

Twitter – @sitenaoseinada

CONHEÇA NOSSO PODCAST

NãoSeiNada Podcast é o podcast do site Não Sei Nada que tem o intuito de trazer humor para os temas mais diversos do universo Nerd/Geek. Apresentado por amigos que adoram falar sobre esses assuntos sempre que estão juntos, de uma maneira descontraída e sem grandes pretensões, apenas para mostrar nosso amor e paixão pela cultura Pop.