O terceiro filme da saga Animais Fantásticos estreia nos cinemas com uma fotografia e um figurino impecáveis, apesar de um enredo preguiçoso e que entrega pouco, mas que mesmo assim deixa os fãs fervorosos e querendo ainda mais do Mundo Mágico de J. K. Rowling.

Os Segredos de Dumbledore continua a história do segundo filme da saga, que acaba com a revelação de que Credence (Ezra Miller) é na verdade um Dumbledore, enquanto Newt consegue entregar para Alvo Dumbledore (Jude Law) um artefato misterioso que na verdade é um Pacto de Sangue entre o bruxo mais poderoso de Hogwarts e seu antigo amigo Gellert/Gerardo Grindelwald (que até então era interpretado por Jhonny Depp).

Animais Fantásticos: Os Segredos de Dumbledore não é o melhor, da até então, trilogia de Animais Fantásticos, mas não é um filme ruim, apenas não entrega tanto como podia entregar, já que seu enredo deixa a importância do protagonista Newt Scamander (Eddie Redmayne) de lado para se aprofundar na relação entre Alvo e Gellert/Gerardo Grindelwald, que agora é interpretado por Mads Mikkelsen.

Imagem: Divulgação / Warner Brasil

Essa relação é bem explorada no roteiro, mas a “nova” versão de Grindelwald é mais sombria e parece que seus seguidores estão ali apenas pelo fato de temer o bruxo. O que não acontecia com Gridelwald do segundo filme, que foi interpretado por Depp, que era mais sedutor e conquistava as pessoas que o cercavam pelo seu poder de sedução em seu discurso, palavras e diálogos.

Diálogos esses que faltaram neste novo filme. Parece que agora focaram apenas no visual impactante e acabaram deixando de lado os diálogos políticos, que seriam importantes para o que o filme queria passar, além de deixar sem importância as relações criadas, que eram um ponto forte dos outros longas. Com Jacob (Dan Fogler) e Quinnie (Alison Sudol) conseguirem entregar algo como casal apenas nas cenas finais, a falta de Tina é sentida não apenas por Newt, mas também pelo expectador que queria ver mais do casal que possui muita química em tela.

Credence foi deixado em terceiro plano na trama e seu “final” foi decepcionante e pequeno, mesmo que a revelação tenha sido plausível, o seu desenvolvimento e a maneira como tudo acontece é muito fraca. Ponto positivo é a introdução de Vicência Santos interpretada por Maria Fernanda Candido, a atriz brasileira estava deslumbrante e imponente, esperamos que sua personagem ganhe mais destaque nos próximos longas da saga.

Imagem: Divulgação / Warner

Mas como eu disse anteriormente o filme não é ruim, é o filme mais maduro de toda a Saga Harry Potter, pois se leva a sério todo o tempo e realmente nos vê como adultos fãs do Mundo Mágico. O relacionamento e os sentimentos de Alvo Dumbledore com relação as pessoas que o cercam é muito bem explorado, e vemos um Dumbledore fragilizado, mas tentando realmente fazer a coisa certa e tomando as rédeas da situação.

Outro ponto de destaque é a coragem em finalmente explorar o amor entre Dumbledore e Grindelwald, com palavras fortes e momentos muito bonitos com embates e olhares que junto com seus diálogos realmente mostravam que existe algo ali que vai muito além de sua amizade, apresentando que os dois, ou pelo menos Alvo, se amavam de verdade e via seu amigo como algo muito maior.

Animais Fantásticos: Os Segredos de Dumbledore vale o ingresso, mas vale lembrar também que não se deve esperar muito dos personagens que agora amamos e, principalmente, que esse é um filme da família Dumbledore e seus segredos, não apenas do famoso e poderoso bruxo de Hogwarts.


Confira também nossas redes sociais:

Facebook – https://www.facebook.com/sitenaoseinada/

Instagram – @sitenaoseinada

Twitter – @sitenaoseinada

CONHEÇA NOSSO PODCAST

NãoSeiNada Podcast é o podcast do site Não Sei Nada que tem o intuito de trazer humor para os temas mais diversos do universo Nerd/Geek. Apresentado por amigos que adoram falar sobre esses assuntos sempre que estão juntos, de uma maneira descontraída e sem grandes pretensões, apenas para mostrar nosso amor e paixão pela cultura Pop.