Ainbo - a guerreira da amazônia

Ainbo – A Guerreira da Amazônia | Crítica

A nova animação Ainbo – A Guerreira da Amazônia chegou aos cinemas brasileiros, com distribuição Paris Filmes, com uma divertida e simples história que nos apresenta a vida indígena enquanto aborda a conscientização ambiental de uma forma leve mas sem ignorar sua importância, especialmente em um momento onde a preservação das matas e das florestas está cada vez mais em evidência.

A produção peruana, holandesa e norte-americana conta a história da jovem Ainbo, uma menina de 13 anos que vive em uma isolada comunidade na Floresta e que busca, com a ajuda de seus guias espirituais, encontrar uma maneira de salvar sua tribo de uma grande maldição.

A jornada de Ainbo mostra que mesmo com sua ingenuidade a garota indígena consegue superar as perdas e a falta de confiança de membros da sua tribo, refletindo sua força de vontade em encontrar a melhor solução para salvar sua tribo enquanto ajuda sua amiga Zumi, que mesmo com pouca idade, precisa assumir o comando da aldeia quando seu pai fica doente.

Além de buscar explicações sobre sua origem e passado Ainbo aprende com seus guias espirituais, o tatu “Dillo” e a anta “Vaca” (que lembram muito a dupla Timão e Pumba de O Rei Leão) pode lutar contra a ganância, a exploração ilegal do ouro, e as doenças que o Homem pode trazer para sua tribo e que são representadas pelo mal do “Yacaruna”, o demônio mais sombrio que vive na Amazônia.

Ainbo - A Guerreira da Amazônia

A animação consegue entreter o público infantil enquanto aborda as questões referentes à Floresta mostrando a importância de sua preservação, superação de medos, conexão com sua ancestralidade e amizade. A apresentação de personagens como os guias espirituais, o grande Espírito Materno da Amazônia, a tartaruga “Motelo Mama” e o demônio “Yacaruna” deixa a desejar já que poderia ter sido mais explorada. As tradições indígenas e sua cultura são extremamente ricas e ao aprofundar em suas mitologias traria muito mais camadas para a história.

De qualquer maneira Ainbo é uma boa pedida para apresentar essas questões para o público infantil e vale a pena ser assistido para abrir espaço para a conscientização e importância da preservação ambiental.

Ainbo – A Guerreira da Amazônia estreou nos cinemas em 30 de setembro.


Confira também nossas redes sociais:

Facebook – https://www.facebook.com/sitenaoseinada/

Instagram – @sitenaoseinada

Twitter – @sitenaoseinada

CONHEÇA NOSSO PODCAST

NãoSeiNada Podcast é o podcast do site Não Sei Nada que tem o intuito de trazer humor para os temas mais diversos do universo Nerd/Geek. Apresentado por amigos que adoram falar sobre esses assuntos sempre que estão juntos, de uma maneira descontraída e sem grandes pretensões, apenas para mostrar nosso amor e paixão pela cultura Pop.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: