FORD VS. FERRARI | Crítica

FORD VS. FERRARI conta a história real de Carroll Shelby (Matt Damon) e do piloto britânico Ken Miles (Christian Bale), que tem a missão de construir o Ford GT40, um novo carro de corrida com potencial para derrotar a poderosa Ferrari na corrida das 24 Horas de Le Mans de 1966, na França.

O filme se aprofunda na amizade de Carrol Shelby e Ken Miles, enquanto conferimos também a “briga” entre Enzo Ferrari e Henry Ford II para ver quem vence a famosa corrida de 24 Horas de Le Mans. A Ferrari era a favorita e com isso possuía os carros mais cobiçados da época, enquanto a Ford era a montadora que mais vendia carros na época, mas não possuía o glamour da montadora italiana.

O longa consegue nos introduzir a época com uma caracterização impecável e um roteiro que faz com que não precisemos saber da história que envolveu esses personagens na vida real. A história nos deixa a par de tudo o que realmente importa, que é a parceria entre Shelby e Miles, fato que rouba todas as cenas do filme, deixando em segundo plano a corrida e a briga das montadoras.

Tudo isso é proposital e vemos duas atuações maravilhosas, de Matt Damon e Christian Bale, além é claro de corridas impressionantes com carros da década de 60. Corridas com batidas e capotagens reais, já que a produção do filme fez questão de usar muitos efeitos práticos, o que causa um impacto muito maior.

FORD VS. FERRARI vale o ingresso e nos apresenta os bastidores e um pouco da história por traz da famosa corrida das 24 Horas de Le Mans de 1966, na França. Um dos indicados ao Oscar 2020 e grande favorito a levar a disputada estatueta de Melhor Filme.

Confira também nossas redes sociais:

Facebook – https://www.facebook.com/sitenaoseinada/

Instagram – @sitenaoseinada

Twitter – @sitenaoseinada

CONHEÇA NOSSO PODCAST

NãoSeiNada Podcast é o podcast do site Não Sei Nada que tem o intuito de trazer humor para os assuntos mais sérios do universo Nerd/Geek. Apresentado por amigos que adoram falar sobre esses assuntos sempre que estão juntos, de uma maneira descontraída e sem grandes pretensões, apenas para mostrar nosso amor e paixão pela cultura Pop.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: