dc_new_teen_titans

Conheça a origem dos Jovens Titãs nos quadrinhos

Os Jovens Titãs estão cada vez mais em alta com a proximidade da estreia da nova série Titans na Netflix e muitos aguardam ansiosos pela história com a equipe composta por Robin, Ravena, Estelar e Mutano, mas essa apesar de ser uma das mais populares, incluindo a formação com a presença do Cyborg, não é sua formação original.  

A história dos Titãs começa em 1964 (The Brave and the Bold #54) e no início a equipe era formada pelo trio Robin, Aqualad, Kid Flash e posteriormente também com Moça-Maravilha e Ricardito.

A primeira aparição dos Titãs aconteceu nas páginas da edição The Brave and the Bold #54 (julho/1964) escrita por Bob Haney e desenhada por Bruno Premiani onde contava como Robin (Dick Grayson), Kid Flash (Wally West) e Aqualad se uniram para derrotar o vilão Senhor Ciclone, que controla o tempo. O grupo só passou a ser chamado de “Teen Titans” (traduzido como Turma Titã) na edição The Brave and the Bold #60 (julho/ 1965) com a entrada da irmã mais nova da Mulher-Maravilha, a Moça-Maravilha (Donna Troy) e após outra aparição, agora em Showcase #59 (dezembro / 1965), os Titãs ganharam o seu próprio título com Teen Titãs #1 com roteiros de Bob Haney, artes de Nick Cardy e a premissa de mostrar como os jovens atuando sem seus mentores.

Ricardito, parceiro do Arqueiro Verde, teve aparições esporádicas na revista até seu ingresso como membro da equipe na edição Teen Titans #19, edição esta que também trouxe o afastamento de Aqualad do grupo.

A série explorou inicialmente diversos eventos reais como a questão racial do início da década de 70 e os protestos contra a Guerra do Vietnã. A série foi cancelada em janeiro de 1973, com Teen Titans #43 retornando suas publicações em 1976 continuando com a edição #44. Neste período entra para o grupo a heroína Abelha e surgem os “Titãs da Costa-Oeste“, um outro grupo de heróis adolescentes com a primeira Batgirl (Betty Kane) e Águia Dourada. Mas novamente a publicação não teve uma vida tão longa e foi cancelada em 1978 com a edição #53.


The New Teen Titans

Já nos anos 80 os Titãs ganharam uma nova série regular a “The New Teen Titans”, com roteiros de Marv Wolfman e desenhos de George Pérez, ais famosa formação da equipe com a chegada de Mutano, Cyborg, Estelar e Ravena, que traria também o novo vilão da série o demônio Trigon, pai de Ravena. Saga esta que também foi marcada pela aparição do vilão Slade Wilson, o Exterminador, que atingiu seu ápice em 1984 com “Contrato de Judas”, onde foi apresentada Terra, uma jovem com poderes de manipulação da terra e que se infiltra nos Titãs a fim de destruí-los. Foi durante essa fase que Robin (Dick Grayson) passa a assumir a identidade de Asa Noturna. Esta foi a maior fase dos heróis e de 1986 aos anos 2000 a DC tentou emplacar diversas novas sagas como a adição de novos e antigos personagens, mas que foram muito criticadas e não conseguiram atingir os fãs.

Em 2011, com o reboot da DC Comics Novos 52, os Novos Titãs receberam também uma série a partir do número #1 e os roteiros de Scott Lobdell e arte de Brett Booth que foi bastante criticado pelos leitores por excluírem todas as formações antes deste Universo dos Novos 52. A revista teve um novo relançamento em 2014 com Will Pfeifeir como roteirista e ignorou muitos dos acontecimentos criticados na fase anterior, mas que mesmo assim não convenceu os fãs.

Em 2015, busca uma nova forma de trazer os Titãs para o gosto do público e com Dan Abnett cria Titans Hunt, uma minissérie em 8 edições que tinha como objetivo recuperar a continuidade perdida do título mostrando que a personagem Lilith Clay havia feito com os que os Titãs perdessem a memória de parte de suas vidas, e assim esquecendo as aventuras anteriores da equipe. A idéia deu certo e Após o one-shot DC Universe: Rebirth, ficou decidido que Universo dos Novos 52 foi criado pelo Doutor Manhattan (Watchmen) e neste processo roubou memórias e 10 anos do Universo DC.

A série que aborda as repercussões do DC Rebirth é “Titãs”, que conta com os roteiros de Dan Abnett e reuni parte dos os Titãs originais (Asa Noturna, Kid Flash – Wally West, Moça Maravilha – Dona Troy, Aqualad – Garth, Ricardito, Abelha e Lilith, que tentam reencontrar suas lembranças roubadas. Ainda como parte do selo Rebirth, os Titãs tiveram também uma nova série chamada “Teen Titans” com roteiro de Benjamin Percy e arte de Jonboy Meyers voltando ao foco mais adolescente com Robin (Damian Wayne), Kid Flash, Mutano, Ravena e Estelar.

Com a popularidade das séries animadas e agora com a versão live-action, que estreia na Netflix no próximo dia 11 de janeiro, o grupo está em alta novamente e esse retorno promete trazer bons frutos para seus fãs que ganham novas possibilidades de acompanhar suas histórias. E você quais suas expectativas para a nova séria? Deixe seu comentário!


Confira também nossas redes sociais:

Facebook – https://www.facebook.com/sitenaoseinada/

Instagram – @sitenaoseinada

Twitter – @sitenaoseinada

Anúncios

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: