dragon-ball-super-broly

Dragon Ball Super: Broly | Crítica

Um dos animes mais conhecidos do mundo ganhou um novo longa nos cinemas, Dragon Ball Super: Broly traz um dos personagens mais amados dos fãs para o cânone da história de Goku em busca do guerreiro mais poderoso. Um filme com uma batalha épica que agrada, mas não supera as primeiras aparições de Broly em Dragon Ball Z.

Akira Toriyama continua a frente de Dragon Ball e isso fez com que a Saga Super fosse criada, iniciando em um filme para cinema e continuando no anime. Após isso Toriyama e sua equipe conseguem com o terceiro longa “finalizar” essa saga repaginando Broly, um personagem que agora é canônico dentro do universo de Dragon Ball. Mesmo sendo repaginado o personagem que traz o nome do filme ganha uma origem muito parecida com o anime original da década de 90 e tudo se encaixa perfeitamente com o que Toriyama está fazendo nesta nova fase.

O filme apresenta muitos aspectos da saga Super, mas também conta com alguns artifícios apresentados em Dragon Ball Z, como a fusão entre Goku e Vegeta e o fato de trazer o Lendário Super Saiyajin para a nova história. Mas esse é um filme que não garante uma continuidade direta para a história, mas sim uma historia fechada mostrando apenas a batalha destruidora que Broly proporciona sempre que aparece.

Esse não é o melhor filme baseado em Dragon Ball, mas vale apena ver Broly furioso arrebentando tudo e todos que se atrevem a atravessar o seu caminho.

classificacao-positiva
Nota

Confira também nossas redes sociais:

Facebook – https://www.facebook.com/sitenaoseinada/

Instagram – @sitenaoseinada

Twitter – @sitenaoseinada

Anúncios

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: