Uma Dobra no Tempo – Crítica

Uma Dobra no Tempo, novo longa Disney é uma adaptação do livro de Madeleine L’Englee, e chega aos cinemas como uma obra feita para inspirar jovens a se aceitarem com todas suas fraquezas e qualidades.

Dirigido por Ava DuVernay e contando com as atuações de Oprah Winfrey, Reese Witherspoon, Mindy Kaling, Gugu Mbatha-Raw, Michael Peňa,  Zach Galifianakis, Chris Pine,  Mindy Kaling e Levi Miller, além de apresentar os jovens Storm Reid e Deric McCabe.

A trama do longa explora a história de Meg (Storm Reid) e seu irmão caçula Charles Wallace (Deric McCabe), que sofrem após o desaparecimento de seu pai (Chris Pine), renomado físico que trabalhava num misterioso projeto científico quatro anos antes. Os irmãos embarcam em uma jornada inesperada quando recebem a visita de seres celestiais (Sra. Qual (Oprah Winfrey), Sra. Queé ( Reese Witherspoon) e Sra. Quem (Mindy Kaling)) que lhes levarão, acompanhados por seu amigo Calvin (Levi Miller,) em uma misteriosa viagem através de uma dobra no tempo em busca de seu pai desaparecido. Além dos obstáculos em seu caminho a jovem terá que lidar com seus próprios conflitos internos e enfrentar para escuridão que está envolvendo o universo.

Vale lembrar que o longa é voltado para crianças de 8 à 12 anos e o mesmo deve ser analisado com este olhar infantil em mente. A personagem começa a história cheia de inseguranças e tristeza e ao entender que tanto nossos defeitos quanto qualidades são necessários para nos conhecermos,  o longa apresenta uma mensagem de auto aceitação, empatia e conhecimento do amor em seu sentido mais puro e interno.

O longa estreou nos cinemas em 29 de março.


Confira nossas redes sociais:

Facebook – https://www.facebook.com/sitenaoseinada/

Instagram – @sitenaoseinada

Twitter – @sitenaoseinada

NãoSeiNadaCAST é o podcast do site Não Sei Nada que tem o intuito de trazer humor para os assuntos mais sérios do universo Nerd/Geek. Apresentado por amigos que adoram falar sobre esses assuntos sempre que estão juntos, de uma maneira descontraída e sem grandes pretensões, apenas para mostrar nosso amor e paixão pela cultura Pop e que podemos discutir com opiniões diferentes mas sempre se entendendo e rindo muito.

1 thought on “Uma Dobra no Tempo – Crítica

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: