Crítica – Bingo: O Rei das Manhãs

O filme Bingo: O Rei das Manhãs conta a história de Arlindo Barreto durante a década de 80 enquanto era um dos intérpretes do palhaço Bozo, que no filme se chama Bingo enquanto Arlindo é Augusto Mendes (Vladimir Brichta), todos os nomes são diferentes dos reais mas é possível entender bem quem são essas pessoas. O diretor Daniel Rezende, junto com um elenco de peso fizeram um dos melhores filmes nacionais da atualidade com sexo, drogas, humor e uma realidade do entretenimento nacional que vai chocar os mais novos.

Preciso começar falando de Vladimir Brichta (Bingo) que faz um excelente trabalho de interpretação, que vai do humor escrachado do Bingo até as loucuras com drogas e mulheres de Augusto de uma maneira simples e sem excessos, se mostrando um grande ator e uma escolha perfeita para o protagonista. Todo o elenco foi muito bem escolhido, com Leandra Leal (Lucia) como sempre impecável e Augusto Madeira (Vasconcelos)
fazendo a escada durante os momentos engraçados, o que é sua especialidade. Destaque também para Emanuelle Araújo que interpreta Gretchen, que mesmo com poucas falas fez muita gente lembrar o que era a sensualidade na televisão dos anos 80, agora Ana Lúcia Torre (Marta Mendes) dá um show em momentos dramáticos do filme, momentos esses que fazem uma crítica já recorrente em obras nacionais onde podemos ver que
ídolos do passado são esquecidos e descartados pelas grandes emissoras de televisão.

Daniel Rezende fez um ótimo trabalho dirigindo Bingo: O Rei das Manhãs, um dos melhores filmes nacionais dos últimos tempos, conseguindo trazer a nostalgia para aqueles que viveram essa época já que o filme conta com muitas referências que vão desde Pablo do programa Qual é a Música, até ambientações e costumes que são datados dos anos 80. Assim como vai agradar aos mais jovens (como o que vos fala) que não
viveu essa época mas conhece um pouco do foi esse momento histórico no entretenimento nacional, e além disso vai agradar também aos que não sabem nada disso já que Bingo conta a história de um ator que busca reconhecimento e que chega ao seu auge sem ser reconhecido, e ao mesmo tempo é um pai que precisa passar o melhor para o seu filho.

Bingo: O Rei das manhãs vale muito o ingresso e estreia dia 24 de Agosto nos cinemas. PODE ASSISTIR PORQUE É BOM AMIGUINHO!!!

Nota: classificação 5

Facebook – https://www.facebook.com/NaoSeiNd

Instagram – @naoseind

Twitter – @nsnadaa

Nosso podcast

https://mundopodcast.com.br/teiacast/variedades/nao-sei-nada/

Anúncios

2 opiniões sobre “Crítica – Bingo: O Rei das Manhãs”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s