Filme com Ben Affleck como protagonista e diretor conta a história da lei seca dos EUA e como a máfia tomou conta do comercio ilegal de bebida alcoólica, mas não é apenas isso que A Lei da Noite (Live by Night) nos mostra, Affleck consegue nos mostrar o lado obscuro da máfia junto com uma história de redenção.

Muitos não gostam de Ben Affleck como ator, mas como diretor temos que tirar o chapéu para ele, já que ele consegue contar uma história com muitas facetas de maneira equilibrada. Você se emociona quando deve se emocionar, e fica intrigado quando o jogo pelo poder começa. Fazendo referencias a problemas “modernos” e atuais, como a discriminação com os imigrantes nos EUA e o poder que os mais ricos tinham sobre os pobres, A Lei da Noite traz uma interação interessante.

Situado nas décadas de 1920 e 1930, a história segue Joe Coughlin (Ben Affleck), que muda para Ybor City em Tampa Flórida, e acaba virando um gângster que não quer ser o que se torna. O filme tem um equilíbrio perfeito sendo bem diferenciado os momentos em que temos uma história de gangsters pelo poder e controle da cidade, além do romance que Joe vive com a bela Graciela Suárez (Zoe Saldana).

O ator Chris Messina (Dion Bartolo) é o braço direito e o alívio cômico em alguns momentos trazendo aquele capanga que todo mafioso precisa ter, já Chris Cooper interpreta Irving Figgis, o policial que não quer se corromper e tenta colocar ordem em tudo, e realmente faz com que tudo ande e a virada do personagem é impressionante.

Ben Affleck faz um ótimo trabalho como diretor em A Lei da Noite, e que vale o ingresso, principalmente se você gosta de um bom filme de gangsters e máfia.

 


 


Confira também nossas redes sociais:

Facebook – https://www.facebook.com/sitenaoseinada/

Instagram – @sitenaoseinada

Twitter – @sitenaoseinada

CONHEÇA NOSSO PODCAST

NãoSeiNada Podcast é o podcast do site Não Sei Nada que tem o intuito de trazer humor para os temas mais diversos do universo Nerd/Geek. Apresentado por amigos que adoram falar sobre esses assuntos sempre que estão juntos, de uma maneira descontraída e sem grandes pretensões, apenas para mostrar nosso amor e paixão pela cultura Pop.