Como foi a Comic Con Experience – CCXP 2016?

Dia 04 de Dezembro de 2016 foi o quarto e último dia da Comic Con Expirience 2016, a terceira edição do evento Nerd, mesmo que chamado de Geek, e essa foi a edição com mais pessoas, mais espaço e estandes gigantescos.

Anúncios

Dia 04 de Dezembro de 2016 foi o quarto e último dia da Comic Con Expirience 2016, a terceira edição do evento Nerd, mesmo que chamado de Geek, e essa foi a edição com mais pessoas, mais espaço e estandes gigantescos. Adoramos o evento que contou com artistas que participaram da nossa infância e dos maiores sucessos da cultura pop, então agora vamos falar um pouco de como foi andar e participar das experiencias e atividades dos estandes do evento com destaque para a HBO, Hasbro e Netflix.

Começamos nosso tour pelo estande da Fox Film que trouxe como atração principal Assassins Creed, o filme que tem Michael Fessbender como o assassino que vai lutar contra os templários. Nessa atração era possível participar de um circuito com “parkour”, é claro que para não atletas, mas muito divertido. E era possível fazer o salto da fé, parecido com o do game, em uma queda de 5 metros. Atividade essa que foi bem disputada com filas enormes, mas no final das contas valia muito a pena.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Outros estandes não foram tão bem, como o da Disney, que contava apenas com lugares para tirar foto e com o figurino de Rogue One: Uma História Star Wars e nada a mais, mas isso não deixou o estande vazio, já que a loja era cheia de colecionáveis variados. Esse foi um dos problemas, muitos estandes estavam focados apenas nos produtos, poucos traziam atrações aceitáveis e brindes que foram a marca da CCXP 2015.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Quando existia o brinde geralmente era necessário fazer algo demorado e em algumas ocasiões precisava fazer algo quase impossível para talvez ganhar o brinde. Como foi o caso da Fox que ao acertar o Quiz de Os Simpsons se ganhava uma Raspadinha ou um Donut do K-Mart, ou até mesmo da Netflix que para ganhar os prêmios era necessário “encarar” as filas de todas as atrações.

Mas o estande da Netflix contava com muitos jogos e assim que se jogava e pontuava era possível ganhar um poster ou dependendo da pontuação até mesmo um balde de pipoca. Já a Warner apostou em fazer alguns painéis dentro do estande com discussões sobre suas séries e filmes, e distribuía brindes sem precisar fazer nada, apenas ficar na fila. Como sempre levou figurinos que ficaram expostos de maneira que todos podiam ver, mesmo os que passavam apenas na frente do estande.

O ponto alto foram os estandes que vendiam roupas, esses estavam sempre cheios e com um bom atendimento fizeram nós Nerds gastarmos muito na feira, senti falta apenas de produtos exclusivos desses estandes mas isso não atrapalhou em nada. Todos queriam uma lembrança, e nada melhor do que levar uma camiseta ou um copo do seu personagem favorito. Foi difícil comprar os action figures e colecionáveis no evento, mas vamos falar disso em outro post.

A HBO participou pela primeira vez da CCXP e trouxe como atração as séries Game of Thrones e WestWorld. Na área dedicada à Westworld, o público pode desfrutar do bar Saloon, enquanto aguardava ser recepcionado por uma anfitriã do parque e conduzido a um intrigante jogo de realidade virtual. Essa foi com certeza a melhor experiência do evento, uma pena que poucos conseguiram participar.

Era possível ver o Bar Saloon e tirar fotos, mas a realidade virtual somente alguns sortudos que pegaram a senha conseguiram participar. Um VR que te levava para dentro de WestWorld, passando pelo momento em que uma Anfitriã te mostrava a arma e o chapéu que podia escolher, até atirar em uma cena dentro do parque, claro que em uma animação. Mas ai você era transferido para a unidade de Qualidade, já com atores e você descobre que é um anfitrião com defeito. Naquele local é levado de maca para conserto, e era possível ver tudo a sua volta.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Já os fãs de Game of Thrones tiveram que encarar uma bela fila para viver a experiência de ser rei ou rainha dos Sete Reinos, sentando-se no disputado Trono de Ferro, além de visitar a exposição de objetos e figurinos originais utilizados na série. O público também teve a oportunidade de ganhar um desenho e o autógrafo de William Simpson, que contribuiu na criação de cenas icônicas de GoT. E alguns sortudos viram a Rainha Margaery Tyrell (Natalie Dormer) de perto, pois ela visitou o estande na Quinta feira.

A Hasbro distribuía posteres dos Transformes e My Little Poney, além de trazer o Jovem Nerd e Azaghal para fotos, autógrafos e partidas de Magic. O maior destaque foi o jogo de Realidade Virtual dos Transformers, que mesmo os que não jogavam podiam assistir com os óculos e se sentir dentro do universo dos robôs.

Este slideshow necessita de JavaScript.

A CCXP 2016 foi a maior feira do universo Geek/Nerd do Brasil, e desta vez conseguiu agradar todos que gostam desde séries de Tv, filmes, animes e Quadrinhos. Mas não ficou de fora os adoradores de E-Sports já que o Twitch estava com um estande enorme com os atletas jogando e tirando fotos com os fãs, sem contar na área cosplay e até mesmo as 12 Armaduras de Ouro de Os Cavaleiros do Zodíaco.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O maior Artists’ Alley de todas as Comic-Cons, com mais de 300 artistas, incluindo Fábio Moon e Gabriel Bá (ganhadores do Eisner 2016), Gustavo Duarte, Roger Cruz, Rafael Albuquerque, Vitor Cafaggi, Joe Benett, Adriana Melo e os convidados internacionais Bill Sienkiewicz, Alan Davis, Mark Farmer, Peter Kuper (também ganhador do Eisner 2016), Eduardo Risso, Simon Bisley, Yanick Paquette entre muitos outros.

Esse foi o terceiro e melhor ano para quem foi simplesmente curtir o evento com os amigos e até mesmo para quem foi conhecer gente nova, de todo canto do Brasil. Pessoas essas que estavam lá sempre felizes e sempre com assuntos para conversar, mesmo porque todos nós adoramos esse universo, e esperamos estar com todos novamente em 2017.

Anúncios

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: