Todos estavam esperando o início da sétima temporada de The Walking Dead, domingo foi ao ar o primeiro episódio que explodiu a internet, com memes sobre Negan e a crueldade do pior vilão da Tv. É claro que vemos apenas elogios mas será que TWD passou um pouco dos limites em alguns aspectos?

Spoilers abaixo:

The Walking Dead voltou mostrando que ainda é uma das melhores séries de Tv da atualidade, com um episódio arrebatador com direito a espancamentos e mortes no melhor estilo “gore”, e novamente nos lembrando que o problema do mundo pós-apocalíptico com zumbis são os homens que la vivem.

A sétima temporada começa exatamente de onde parou a sexta, com Negan matando um dos amigos de Rick, e trazendo a tona o que os fãs da HQ esperavam, o bastão Lucile e sua psicopatia. Negan esmaga o crânio de Abraham e Rick ameaça o vilão, que faz uma tortura psicológica com o protagonista da série, até ai tudo normal e para os moldes de TWD. Quando os dois estão mostrando quem pode mais e Rick se vê encurralado e de mãos atadas podemos ver as transformações no personagem, que sempre ocorrem com as mudanças de temporada.

Nesse momento vemos como TWD não é apenas uma historia sobre zumbis, em diálogos e expressões que fazem o espectador entrar na mente de Rick, e ser ele em alguns momentos, que faz com que você odeie e adore ao mesmo tempo o vilão. Estava tudo nos conformes até que chegamos perto do final do episódio, onde Glenn é morto e poucas pessoas esperavam que dois iriam morrer ali, pois tudo já estava ruim o suficiente.

E ai começa o “fan service” com cenas muito parecidas com os quadrinhos, e com uma atuação impecável de Jeffrey Dean Morgan (Negan) e Andrew Lincoln (Rick). Enquanto um é louco e sedento de sangue o outro está em choque sem saber o que fazer, você sente esses dois sentimentos enquanto olha para a tela. Essa é a qualidade de atuação e roteiro que queremos ver em séries desse calibre, lembrando que este é o sétimo ano e parece que será o melhor.

Mas algumas coisas me incomodaram durante o episódio, uma delas foi o clima sempre tenso. Todo o momento a tensão estava no ar, o que deixou a morte de Glenn um pouco apagada, nessa cena o que chamou mais atenção foi a semelhança com a HQ e os olhos saltados do personagem, faltou aquela reação de surpresa, pois tudo estava pesado o tempo todo.

E por ultimo o fato de Rick quase cortar o braço do próprio filho. Entendo que foi uma narrativa encontrada pelos roteiristas de mostrar o poder de Negan sobre Rick, mas isso já estava explícito, e conhecendo o personagem acredito que a única coisa que ele não faria era qualquer mal ao seu próprio filho.

“The Day Will Come When You Won’t Be” foi um episódio que levou TWD para um nível de horror e desespero nunca visto na série, espero que a qualidade não caia agora e ao que parece tudo vai ficar mais parecido com as HQs.


Confira também nossas redes sociais:

Facebook – https://www.facebook.com/sitenaoseinada/

Instagram – @sitenaoseinada

Twitter – @sitenaoseinada

CONHEÇA NOSSO PODCAST

NãoSeiNada Podcast é o podcast do site Não Sei Nada que tem o intuito de trazer humor para os temas mais diversos do universo Nerd/Geek. Apresentado por amigos que adoram falar sobre esses assuntos sempre que estão juntos, de uma maneira descontraída e sem grandes pretensões, apenas para mostrar nosso amor e paixão pela cultura Pop.