Michael Bay fala sobre “Transformers: O Último Cavaleiro”

Há mais de 10 anos na direção da franquia “Transformers”, Michael Bay lançou vídeo no intervalo do Super Bowl, ontem (5 de fevereiro), e mandou um recado para os fãs sobre a sequência “Transformers: O Último Cavaleiro”, que estreia em 20 de julho.


Na mensagem postada nas redes sociais do filme, o cineasta comenta parte do processo de criação do novo longa-metragem e fala sobre a expansão da mitologia dos Autobots. Ele também revela que se empenhou como nunca para levar a histórias às telas da melhor maneira possível e que essa pode realmente ser a sua última colaboração à frente do projeto.

Foi uma imensa tarefa expandir a mitologia desde o início do mundo, através da história. Tivemos uma excelente equipe de roteiristas: Akiva Goldsman (‘Uma Mente Brilhante’); Art Marcum & Matt Holloway (‘Homem de Ferro’); Ken Nolan (‘Falcão Negro em
Perigo’); Zak Penn (‘Ready Player One’); Lindsey Beer (‘Barbie’); Geneva Robertson-Dworet (‘Lara Croft:Tomb Raider’); Christina Hodson (‘Bumblebee’); Steven DeKnight (‘Demolidor: O Homem Sem Medo’, série ‘Smallville: As Aventuras do Super Boy’); Jeff
Pinkner (‘O Espetacular Homem-Aranha 2: A Ameaça de Electro’, série ‘Lost’) e Andrew Barrer & Gabriel Ferrari (‘Homem-Formiga’).

Durante todo o verão de 2015, eles trabalharam em um espaço enorme no terreno da Paramount, cercados de mais de 10.000 imagens conceituais da história da franquia: os filmes, os desenhos e as histórias em quadrinhos. Eles tinham um Bumblebee em tamanho real, uma cabeça do Megatron e muitos outros elementos cenográficos olhando fixamente para eles. Nós nos inspiramos em tudo.

Trouxemos historiadores de Transformers da Hasbro para contar-lhes por onde os filmes Transformers estiveram – para que eles pudessem descobrir onde esse poderia ir. Posso dizer com certeza que nunca houve um filme da série Transformers com tamanho
escopo visual e mitologia expansiva como “O Último Cavaleiro”.

É uma mistura de tristeza e alegria para mim. Depois de cada filme da franquia Transformers, eu disse que aquele seria o meu último. Vejo os 120 milhões de fãs em todo o mundo que assistem a esses filmes, as enormes filas no parque temático Transformers:
The Ride 3-D e as incríveis crianças da Fundação Make-A-Wish que visitam meus sets e isso, de alguma forma, me faz querer continuar. Amo fazer estes filmes. Esse filme foi especialmente divertido de filmar. Mas, desta vez, poderá ser realmente o último. Então, estou caprichando nesta sequência. É um capítulo final e um novo começo.

Aqui está o resumo do roteirista:

‘O Último Cavaleiro’ destrói os principais mitos da franquia e redefine o que significa ser um herói. Os humanos e os Transformers estão em guerra. Optimus Prime se foi. A chave para salvar nosso futuro está enterrada nos segredos do passado, na história oculta dos Transformers na Terra. A salvação de nosso mundo recai sobre os ombros de uma aliança improvável: Cade Yeager (Mark Wahlberg); Bumblebee; um lorde inglês (Anthony Hopkins) e uma professora da Universidade de Oxford (Laura Haddock). Chega
uma hora na vida de cada um de nós que somos chamados para fazer a diferença. Em “Transformers: O Último Cavaleiro”, os procurados se tornarão heróis. Os heróis se tornarão vilões. Somente um mundo sobreviverá: o deles ou o nosso.
A produção é um lançamento da Paramount Pictures. Também estão no elenco: Isabela Moner, Tyrese Gibson e Josh Duhamel, que volta para a saga como o Coronel William Lennox.

Facebook – https://www.facebook.com/NaoSeiNd

Instagram – @naoseind

Twitter – @nsnadaa

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s