CCXP 2016 – Mark Pellegrino e Jim Michaels participam de painel no Auditório Ultra

Mark Pellegrino e Jim Michaels, ator e produtor, respectivamente, de Supernatural, participaram de painel que revelou os bastidores da serie no auditório Ultra. A dupla foi sabatinada pelos fãs durante quase uma hora.

Anúncios

Mark Pellegrino e Jim Michaels, ator e produtor, respectivamente, de Supernatural, participaram de painel que revelou os bastidores da serie no auditório Ultra. A dupla foi sabatinada pelos fãs durante quase uma hora.

Mark foi ovacionado pelos presentes e chamado de melhor Lúcifer da série. Vale lembrar que o personagem já foi interpretado por outros atores. Antes da chuva de perguntas o ator mostrou-se bastante impressionado com o carinho dos fãs. “Eu não falo isso só por estar aqui, mas os fãs brasileiros são os melhores. Vocês não têm medo de amar e demonstrar. Isso é incrível. Sinto-me lisonjeado por isso”, disse.

Jim foi questionado sobre uma possível longevidade da série com reformulações no elenco, como é feito com Doctor Who, e descartou a possibilidade disso acontecer, pela harmonia do elenco e a sensação de que os fãs não reagiriam bem a tais mudanças. O produtor declarou que tem vontade de filmar em lugares que a serie ainda não mostrou: “Gostaria de produzir episódios de Supernatural explorando mais lugares dos Estados Unidos e também outros países. Seria interessante ver Dean e Sam perdidos na Amazônia”.

Dentre curiosidades sobre a série, uma delas é a justificativa dela estar tanto tempo no ar. “Muito disso se deve ao sucesso mundial que a mesma tem em outros países, sendo vista por mais de 20 milhões de pessoas. Se não fosse por isso, Supernatural já teria acabado há muito tempo, já que nos Estados Unidos é vista somente por cerca de 2 milhões de telespectadores”, explicou.

Outra curiosidade, revelada por Mark, é sobre sua primeira aparição na série. O ator contou que sua primeira cena ele cantou o clássico “Simpathy For The Devil”, dos Rolling Stones, mas que a banda não liberou os direitos de uso da canção. “Vocês não imaginam o quanto é caro usar a música de alguém em outra obra”, divertiu-se o ator, que ainda disse que seus episódios prediletos são ‘Yellow Fever’ e ‘Changing Channels’.

Sempre descontraíido, Jim revelou a vontade de fazer um crossover com The Vampire Diaries. “Eu gostaria de ver Dean e Sam matando todo o elenco”, brincou. Por fim, Mark confessou que não considera Lucifer tão ruim assim. “Na verdade ele nada mais é do que o primeiro rebelde da história, a primeira pessoa a dizer não às leis cegas”.

Anúncios

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: