Crítica – CEGONHAS: A HISTÓRIA QUE NÃO TE CONTARAM

Cegonhas: A História que Não te Contaram é uma animação da Warner Bros. que mostra um mundo onde as cegonha não entregam mais bebês. Parece meio infantil quando se lê a premissa, mas mesmo com alguns erros e com um roteiro previsível você vai se divertir e dar algumas risadas com essa animação.

Todo mundo já sabe de onde vêm os bebês: eles são trazidos pelas cegonhas. Mas agora você vai conhecer a mega estrutura por trás desta fábrica de bebês: na verdade, as cegonhas controlam um grande empreendimento que enfrenta muitas dificuldades para coordenar todas as entregas nos horários e locais certos.

Essa é a sinopse da animação que traz Junior (Klebber Toledo) a melhor cegonha “entregadora”, Tulip a jovem órfã muito atrapalhada e no plano de fundo Pombo Luke (Marco Luque) que muitas vezes é engraçado pelo simples fato de se ouvir a voz do comediante. Os personagens são um pouco rasos e chega a ser fácil de prever o que vai acontecer com cada um, essa é uma das falhas no roteiro que é muito simples e óbvio.

Mas o filme consegue se manter com as piadas, acredito eu, adaptadas na dublagem o que deixou os personagens engraçados, e com um tom um pouco adulto em alguns momentos. Ainda falta muito para o estúdio alcançar a Disney/Pixar ou até mesmo a DreamWorks Animation, quando falamos em animação, mas é um começo.

Cegonhas: A História que Não te Contaram estreia dia 22 de setembro nos cinemas, e vale o ingresso se você levar uma criança para assistir.

Nota: classificacao-positiva

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: