Crítica – A Piada Mortal

Assistimos hoje a animação da Warner Bros. baseada na HQ de Alan Moore e Brian Bolland, A Piada Mortal, onde temos mais um embate entre Batman e Coringa. Uma bela adaptação que mostra a força das animações da DC Comics, com um Coringa alucinado “A Piada Mortal” traz para a tela do cinema a versão mais “pesada” do confronto entre os dois personagens do universo DC.

As animações da DC Comics são conhecidas pela ótima qualidade, tanto em roteiro como na fidelidade com as HQs, o que os fãs sempre reclamam nos filmes e não nos desenhos. Fato que não muda em A Piada Mortal, onde desta vez a Warner conseguiu adaptar de maneira grandiosa uma das melhores HQs de todos os tempos. A história criada por Alan Moore explora a psique de Coringa e Batman de uma maneira profunda que é muito bem apresentada na animação, mesmo com censura 14 anos é possível ver que muitas
cenas são fortes e “pesadas” como na HQ.

Um dos pontos fortes é a apresentação da Batgirl, que na animação conta com uma introdução, mostrando a heroína ao lado de Batman nas ruas de Gotham, que para o grande publico explica muito do que irá acontecer no decorrer da animação. Já o momento
do Coringa é fiel a HQ e em alguns momentos a dublagem Mark Hamill chega a dar medo. Realmente vale muito a pena ir assistir no cinema e espero que o Cinemark abra mais sessões para que muitos fãs possam ter essa experiencia.

Nota: classificacao-positiva

A rede Cinemark vai exibir nos cinemas a animação no dia 25 de julho, em dois horários, e o lançamento em DVD e Blu-ray acontece em 2 de agosto.

Veja lista de cinemas no link abaixo:

https://naoseinada.com.br/2016/07/08/exibicao-da-piada-mortal-nos-cinemas-brasileiros/ 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: